AHHHHH, OS MENINOS….

Muitos discursos masculinos são feitos a fim de que se esclareça que o ideal de corpo pregado pela mídia, em muitos casos não corresponde ao gosto dos moçoilos de plantão. E é louvável que eles exponham tais opiniões, já que as gurias tem temporadas de fúria com sua carcaça, transtornos alimentares, cirurgias, horas de academia, salão de beleza e tudo mais.
Pois bem, mas há uma variação disso, os caras que começam a ficar encafifados com a aparência, se isolam, não saem de casa, se escondem atrás de enormes camisas pólo do cavalinho, se sentem feios, incapazes, fazem loucuras para mudar… mas po, as meninas gostam! Quer apostar?
Clichê, mas verdade maior é que existe gosto pra tudo. Há as taradas pelos felpudos, homens-ursos de toda a sorte, que sonham em deitar em um peito peludo; há também as admiradoras de um pouca-pena, lisinhos, lisinhos. Algumas preferem os gordinhos, acham gostosos, adoram apertar, serem apertadas, acham bonitinho, acham sexy, piram! Outras gostam dos magrelos, um rapaz ao estilo “me dê Sustagem”, acham um charme a saboneteira, os ossinhos do calcanhar, o rosto fino… sim, gostam. Tem as que preferem os bombados, os naturais, as variações magrelo-com-barriga, fofinho pero sem barriga, rosto cheio e magrelo, rosto magrelo e cheinho, e por aí vai. Também existem as preferências por partes: barba por fazer, barba bem feita, bigodinho ao estilo Diadema, carecas, cabeludos, cabelo-mauricinho, olhos claros, escuros, bocão, boquinha, pescoçudos, narigudos, os “na média”, ombros largos, veias salientes, as admiradoras de canelas, de dedos, de tuuudo!
Existem também as mulheres-temáticas, escolhem os caras por tema, tipo: os que tocam em banda (aí existem as sub-divisões: maria-baqueta, maria-palheta, etc), os que fazem faculdade disso ou daquilo, os que surfam, os que tatuam, os que jogam futebol, basquete, xadrez, Counter Strike, skatistas, regueiros, executivos, portadores de carro, casados, divorciados, professores, médicos, bombeiros, policiais, e por aí vai.
Mas no fundo, no fundo do fundo mesmo, eu lembrei de uma cena genial de um dvd do House… era assim: um menininho que estava na cadeira de rodas reclamava com um dos médicos que ainda não tinha passado por nenhuma experiência com garotas, se achava feio, algo do tipo; o médico falava pra ele ler bastante, porque no final das contas, elas iriam preferir os nerds. Haahahahahah, não que necessariamente todas cabem preferindo os homens-enciclopédia, mas que boa parte considera bem mais o que vem de dentro, em termos de sentimento e de conversa, conteúdo e de alguém que realmente SE conheça… ah, isso é verdade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s