LEMBRANÇAS DE VOCÊ

Você está encostado na ombreira de meu quarto, coloca sua câmera no móvel, solta a gravata, pernas esticadas, assim está você. Mão direita entre as pernas, com os olhos me convida ao prazer e espera que eu aceite. . .

Pisco meu olho direito, sinto a sua vibração, a imaginar que passo darei a seguir. Imito a cena de um filme, o descruzar de pernas. Logo percebe que nada tenho por debaixo desse vestido. . .

Fica com tesão ao imaginar que irá cair a meus pés, que soltará sua língua, que irei pra você, que sou sua, plenamente sua. Olha meus lábios, que suplicam os teus.

Caminha em passos lentos, firmes, de quem irá me conquistar o mais intimo dos lugares.

Então passa a mão por meus seios, até que chega ao ventre, inicio de todas as vidas, meu corpo estremece. Rendo-me ou não. . .

Você se posiciona como um mestre. Bem á vontade, sente o desejo na ponta dos dedos, da língua. Como eu gosto, como você gosta, como me dá prazer. Sente meu suco, meu mel. Minha mão direita, num só gesto despenteio o meu próprio cabelo, mordisco o lábio assim que sinto, assim que te sinto. Você “Crava” teus dedos em minha pele, ao mesmo tempo que me saboreia, me excita, que me faz vir pra você, é a explosão de desejo, de tesão, do sexo, do amor, do nosso amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s