UMA ROSA

Como pode uma rosa nascer em meio a espinhos e viver nos lugares mais secos? Com sua cor vermelha que chama a atenção dos meus olhos em meio a noite de luar, por toda minha vida nada tinha visto, nada com um aroma doce e pele macia como a de uma rosa do deserto, solitaria mas tão bela, perdida no rumo dos ventos, esperando que alguem a encontre, alguem que sabia acaricia-la sem que a machuque, alguem que saiba como cortar seus espinhos de forma que não a mate, alguem que a conheça e a ame.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s