O TEMPO COMO REMÉDIO…

601400_425588384167244_881030167_n

Aí o cara diz que desiste. Que tentou mostrar que ama, que não sabe como fazer pra outra pessoa confiar, que quer que ela seja feliz e começa a bancar a vítima dizendo que não soube mesmo amá-la, que ela merece outra pessoa. Nossa. Pára. Às vezes, simplesmente, não deu certo. Dói, é chato, a gente fica na fossa, mas como já disseram milhões de vezes, passa. Aí o cara manda indireta. Chega ao cúmul…o de virar uma criança em corpo de adulto e começa com todas as infantilidades que existem. Evita o contato, vira a cara se encontra na rua, fala mal dela pros amigos. A ferida sempre aberta e o choro sempre solto. Acontece. As pessoas reagem de formas diferentes aos encontrões da vida. Tem gente que chora baixinho, pra si, e tudo bem. Tem quem faça isso aí. E não se assustem se eu trocasse todos os “cara” por “ela”. Mulher também reage assim. Até pior. Só não concordo com quem pensa em fazer mal. Coisa estúpida. A outra pessoa querendo seguir e vem uma pessoa idiota e pensa “se não for comigo, não vai ser com ninguém”. Hã? Tem sentido isso? NÃO! Mil vezes não. Persista no amor, mas se pra um dos dois acabou, não vai ser fazendo mal a ela que o sentimento pode voltar. Muito pelo contrário. O que poderia ser um carinho pelas coisas boas que tiveram vira raiva. Desiste, amigo. Tira o time de campo e se prepara porque outra pessoa pode até já ter entrado na sua vida e você não viu. Agora, segue. E deixa o outro seguir. Se houve um amor ali, mesmo que agora seja nada, guarde o que passou. Junto com qualquer ato de agressividade você destrói, não apenas a história que teve com alguém, mas a vida de muitas pessoas que cercam quem você diz que ama tanto.

Anúncios

2 pensamentos sobre “O TEMPO COMO REMÉDIO…

  1. é verdade, todo amor nao correspondido, deixa frustação, dor, desconforto,

    sentimento de incapacidade, isso no primeiro momento, de se sentir desprezado.

    faz parte do ser humano. Mas é importante cada um seguir sua historia, sem motivos

    de magoas ou ressentimentos…

  2. As pessoas são assim, por vezes falam que sentem o que não sentem, dizem que são o que não são, cada universo humano é único, com razões únicas, quem somos nós dentro do nosso universo para julgar? A verdade é algo difícil de mostrar, pois quase sempre é passível de julgamento, e nem sempre estamos preparados para receber a critica do outro, e perceber assim o quanto egoístas nos tornamos. Temos que aprender a confiar nas pessoas, pois só assim descobriremos as falhas verdadeiras e não as imaginárias. Concorda?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s