Arquivo | dezembro 2012

QUEBRA – CABEÇA

como-monta_1350960028807Comecei um quebra-cabeça, quer dizer, começaram por mim. Já o peguei com algumas peças no lugar, outras me deram e algumas eu achei perdidas por aí. Fui tentando, certas não encaixavam e várias estavam só fora de posição. É preciso ter criatividade em alguns momentos para poder colocar todas juntas.

Esse que faço não tem caixa com uma figura nem manual de melhor disposição.

É tudo na base da tentativa e erro. Erros normais, erros sutis, erros grosseiros. Todos estão lá. Peças que colocamos de qualquer jeito, acabamos estragando, tem aquelas que a gente nem vê, ficam embaixo de outras escondidas. Ah, tem aquelas que parecem que cabem, mas não servem pra nada.

Assim, vou aprendendo que, no quebra-cabeça da vida, o lugar das peças não é o mesmo pra sempre e que certos encaixes ficam gastos sem aceitar mais nenhuma peça no lugar. Pai, mãe e melhores amigos não podem ser substituídos. Um grande amor também não. Outras peças ficam frouxas, não ficam boas, é estranho.

Sei que, um dia, não haverá mais nada a ser acrescentado ao meu puzzle. Quando essa hora chegar, quero poder olhar pra tudo que construí e sorrir satisfeita com todos os encaixes que reuni. Satisfeita com a vida.

Anúncios